AS CONSEQUÊNCIAS DO USO DE APARELHOS ELETRÔNICOS NOS ADOLESCENTES DE ESTRELA/RS

Alunos:

Fernanda Luisa Durayski, Gabriela Elisa Schneider e Sara Diedrich

Orientador:

Sidnei Wolf

Categoria:

Resumo:

INTRODUÇÃO

Atualmente os aparelhos eletrônicos estão presentes na vida das pessoas. A globalização difundiu o uso de eletrônicos, que hoje tornam-se essenciais para a comunicação, acesso à informação e educação. Sendo assim, essa pesquisa tem como tema as consequências do uso de aparelhos eletrônicos nos adolescentes do município de Estrela\RS.

OBJETIVOS

O trabalho teve como objetivo compreender de que maneira os aparelhos eletrônicos estão presentes na vida dos adolescentes de Estrela. Pretende-se evidenciar o uso médio de tempo que os adolescentes utilizam os aparelhos eletrônicos, os aparelhos mais utilizados, identificar para quais fins e se o uso excessivo causa problemas de saúde.

METODOLOGIA

Inicialmente elaboramos um questionário na plataforma Google Forms. Este foi enviado aos alunos das escolas do município de Estrela, através de grupos de WhatsApp dos alunos. O questionário era composto por seis perguntas de múltipla escolha, que buscavam caracterizar o público-alvo e compreender de que maneira os adolescentes utilizavam os recursos eletrônicos. Na sequência realizou-se uma pesquisa bibliográfica sobre o assunto, para contextualização. Os resultados do questionário foram tabulados para a montagem de gráficos e posterior análise.

RESULTADOS

O questionário foi respondido por 104 alunos da Rede Municipal de Ensino Fundamental de Estrela dos Anos Finais. Boa parte dos adolescentes tem entre 14 ou mais anos, e passam mais de 3 horas/dia na frente de eletrônicos (Figura 1). Os aparelhos eletrônicos mais utilizados são o celular e a televisão; com a finalidade de lazer, diversão e comunicação.

Muitos estudantes relataram que já sentiram dores de cabeça e dores na nuca/pescoço, possivelmente em virtude do uso excessivo de aparelhos eletrônicos (Figura 2). Dos entrevistados, a maioria dos adolescentes afirmaram que o uso de aparelhos eletrônicos beneficiam e prejudicam a vida.

CONSIDERAÇÕES FINAIS 

 De acordo com pesquisas (BARBIRATO, 2021), os adolescentes deveriam permanecer no máximo 3 horas/dia na frente de aparelhos eletrônicos, porém os estudantes utilizam com mais frequência que o adequado.

Assim seria importante campanhas de conscientização para alertar sobre os riscos,para uso adequado das tecnologias e para aprimorar a utilização.

REFERÊNCIAS 

BARBIRATO, Fábio. Afinal, quanto tempo crianças e adolescentes devem estar expostas a telas. Veja, 2021. Disponível em: 

https://vejario.abril.com.br/coluna/fabio-barbirato/exposicao-criancas-adolescentes-telas/

Acesso em: 13 de junho de 2022.

BUTCHER, Isabel. 89% das crianças e dos adolescentes brasileiros são usuários da internet. Teletime, 2020. Disponível em:

https://teletime.com.br-das-criancas-e-dos-adolescentes-brasileiros-sao-usuarios-de-internet/

Acesso em: 13 de junho de 2022.

VARELLA, Drauzio. Crianças, adolescentes e o excesso de telas. Disponível em:

Acesso em: 06 de junho de 2022.

Palavras chave:

Scroll to Top